9/1/2018 - ANÚNCIO E INÍCIO DO REINO DE DEUS




ANÚNCIO E INÍCIO DO REINO DE DEUS

O Evangelista Marcos nos acompanhará em nossas celebrações litúrgicas durante
todo este ano. Segundo Marcos, a pregação de Jesus começou com o anúncio do
Reino de Deus. “O Reino de Deus está próximo. Convertei-vos!” É o que leremos
no final deste mês de janeiro.  Em seguida, o Evangelho e a Liturgia nos mostrarão,
concretamente, o que significa “Reino de Deus”, cujo anúncio é chamado de
“Boa Nova” ou Evangelho. O “Reino de Deus”, sempre segundo Marcos, é a ruína,
o fim do império do mal, personificado naquilo que a Bíblia chama de “demônio”.
Por isso este evangelista apresenta como primeiro prodígio de Jesus a expulsão de
um espírito mau, que lhe diz, alto e bom som: “Vieste para arruinar-nos”.
E dito e feito: o espírito maligno, por ordem de Cristo, deixou em paz o pobre
homem que oprimia, de tal modo, que o povo comentava: “Esse sim! Dá ordem
aos espíritos imundos e eles o obedecem”!

Marcos nos quer dizer com tudo isso que Jesus veio para acabar com o domínio
dos demônios sobre o ser humano. 

Aqui, a curiosidade levaria a gente a discutir: o que é “demônio”? ...
O estudo do demônio é muito ingrato. É como procurar distinguir cores no
escuro. Trata-se de seres tenebrosos, negativos, e nossa inteligência foi feita
para entender seres positivos. Como nossos olhos foram feitos para ver a luz
e na luz. 

É melhor aprender aqui as lições que a Fé nos quer dar. “Espírito imundo”,
em nossa religião, não é só alguém extraterreno que maltrata o ser humano,
mas tudo aquilo que oprime a humanidade, desfigura a “imagem de Deus”,
avilta o ser “semelhante a Deus”. Expulsa demônios quem alivia da vida dos
homens e das mulheres, o pecado de múltiplas faces. São demônios ou obras
deles: a droga, a organização injusta da sociedade, a idolatria do sexo, a
violência, a mentira na política e nos meios de comunicação social, a corrupção
de todos os matizes. O “Reino de Deus” pregado por Jesus é outro regime de
vida, onde impera o respeito às leis de Deus que é Pai, e o trato fraterno
dispensado a todos, porque somos todos irmãos. 

Para a construção desse Reino, Deus nos promete profetas que nos
comunicarão a sua vontade; e nós vamos responder a esse anúncio do Senhor,
dizendo a nós mesmos: “Oxalá ouvisses hoje a sua voz... Não fecheis os vossos
corações”... 

Pe. Manoel Júnior                       


(Voltar)



  HOME PASTORAIS AGENDA EVENTOS NOTÍCIAS BIBLIOTECA DOWNLOADS CONTATO  


  Paróquia Santa Rita de Cássia © 2015 - Rua Bartolomeu de Gusmão, 333 - Vila Santana - CEP 18080-050 - Sorocaba - SP - Fone (15) 3231-3304